• Celso Peixoto Soares

O que mudou no atendimento com o COVID-19?

Com o advento da pandemia COVID-19, muitas dúvidas com relação ao atendimento

odontológico surgiram. Seria seguro o tratamento odontológico neste período? Sim! A preocupação com a Biossegurança sempre foi importante em nosso dia-a-dia. Para tranquilidade de nossos pacientes elaboramos algumas mudanças em nossos procedimentos, seguindo as orientações do Ministério da Saúde e do Conselho Federal de Odontologia.

1- Orientamos os pacientes a não comparecer ao consultório caso apresentem sintomas como febre, tosse, falta de ar ou cansaço excessivo. Caso apresente algum destes sintomas orientamos para buscar cuidados médicos

2- Medição da temperatura do paciente em sua chegada a para detecção de febre.

3- Uso de álcool-gel para todos os pacientes na entrada.

4- Uso obrigatório de máscara no interior do consultório (com excessão dos pacientes momento do atendimento).

5- Uso de propés obrigatório para pacientes no interior do consultório.

6- Maior espaçamento no agendamento para maior tempo para descontaminação dos consultórios após os atendimentos.

7- Otimização do agendamento para que o paciente que chega não se encontre com o próximo que será atendido na sequência.

8- Otimização dos EPIs dos dentistas equipe e procedimentos no atendimento dos pacientes, evitando contaminações cruzadas protegendo nossos pacientes, equipe e familiares.

9- Uso de bochecho com solução antisséptica pelos pacientes para redução da possível contaminação viral na saliva do paciente que pode ocorrer mesmo se o paciente estiver assintomático.

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo